Quedas

Muitas quedas,
Inúmeros precipicios,
Alguns empurrões a abismos,
Sempre juntando os cacos,
E chegando inteira,
Solitária,
Sem nenhum amparo
ou mão amiga a me socorrer,
Mas chegando intacta,
incolume aos imensos desafios,
Muitas vezes perplexa,
Ante as adversidades que me impuseram,
Sem entender,
Traições,
Injustiças,
Esmagada…
Mas plagiando o poeta,
Levantando,
Sacudindo a poeira,
Dando a volta por cima,
E
Renascendo …
Das cinzas 
Anúncios

Sobre Nilza Rodrigues

Um ser em constante evolução, olhos no horizonte, cabeça nas estrelas, pé no chão, alguns empurrões ao abismo e venho fazendo a subida, ardua e longa, ainda me encontro enclausurada, mas chegará o dia que dele sairei gloriosa. Amante dos animais, natureza, humildes, grandes de alma, universo em evolução. Auto disciplina, estilo e humildade são meus caminhos na vida
Esse post foi publicado em Passatempo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s