2010

 

2010 chegou, e ai! nada mudou

O planeta segue seu rumo,

Indiferente a grande massa

Alienada, subjugada, inebriada,

Iludida,

Sentindo-se o centro do universo,

Quando não passa de joguete

Da elite dominante,

Levando o lar cedido

Pela grande mãe natureza

Ao sofrimento,

À destruição,

Em vão,

Pois sendo mais forte de defenderá,

Enquanto o homem

Com a cegueira de seus limitados sentidos,

Se inebria, se esfalfa

Com comemorações

Que simplesmente embota

Seus ja parcos sentidos,

Atrasa a evolução inevitável

Da grande criação,

Rumo a perfeição…

Um dia talvez entenderá,

Talvez se aperfeiçoe seu ‘DNA’

Quiçá não seja tarde demais

Para a raça humana,

Sobrando apenas alguns remanescentes,

Conscientes,

Escolhidos, para tudo novamente…

Recomeçar,

Como creio já foi algum dia

Nos primórdios dos tempos,

E ainda em vão,

Pois continua imperando

A ambição desmedida,

Que tira o pão da boca do irmão

E não percebe o óbvio,

As leis universais são poderosas

E seu rumo

Tem no leme

O poder cósmico

INFALÍVEL

Anúncios

Sobre Nilza Rodrigues

Um ser em constante evolução, olhos no horizonte, cabeça nas estrelas, pé no chão, alguns empurrões ao abismo e venho fazendo a subida, ardua e longa, ainda me encontro enclausurada, mas chegará o dia que dele sairei gloriosa. Amante dos animais, natureza, humildes, grandes de alma, universo em evolução. Auto disciplina, estilo e humildade são meus caminhos na vida
Esse post foi publicado em Passatempo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s