Arquivo do mês: agosto 2012

João de Barro

Pequenino João de Barro, catando seu matinho molhado enquanto alimentava meu jardim, ao observar seu vôo fui surpreendida com a imagem de sua casa no galho de uma arvore seca, uma Flamboyan que em breve florescerá se tornando uma maravilha. … Continuar lendo

Publicado em Passatempo, Sem categoria | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Gato folgado

O gato brigou com o gato, Na frente do meu quintal, A grama foi amassada, O pelo voou pra cima, Bem na hora que a Marina, Ao filho resolveu ligar, Eu o berreiro fiz, A Marina se assustou, O telefone … Continuar lendo

Publicado em Passatempo, Sem categoria | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário