Dias

Desordenado

Vai dias, vem dias,
Vai séculos, vem séculos
Vai vidas, vem vidas
Vai milênios, vem milênios

No espaço sideral tudo igual
Tudo segue indiferente
As dores das gentes,
Minúsculos organismos
Fazendo parte da grandeza do cosmo
E tudo vai seguindo,
Pequenos que somos,
Imaginando ser grande,
Sem entender que somos apenas grão de areia,
Não cumprimos nossa tarefa
que é apenas participar e não abusar,
Saímos do ritmo
E a engrenagem poderosa se defende
Perplexos não compreendemos,
Tudo é interligado
Então paguemos o preço.

Anúncios

Sobre Nilza Rodrigues

Um ser em constante evolução, olhos no horizonte, cabeça nas estrelas, pé no chão, alguns empurrões ao abismo e venho fazendo a subida, ardua e longa, ainda me encontro enclausurada, mas chegará o dia que dele sairei gloriosa. Amante dos animais, natureza, humildes, grandes de alma, universo em evolução. Auto disciplina, estilo e humildade são meus caminhos na vida
Esse post foi publicado em Passatempos e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s